27 outubro 2008

Segredos do Mundo

segredos ocultos

Tem coisas que alguns vêem, outros não.

Quando uma dessas coisas aparece, assim sem mais nem menos, na nossa cara, ficamos espantados.

Espantados pela tecnologia que temos disponível em sabedoria popular, em receitas antigas e conhecidas e que estão disponíveis a todos. Estudo. Pesquisa. Numa dessas entrei e comecei a procurar sobre uma dúvida, na verdade mais um tipo de curiosidade...

E claro, a necessidade! Sem a necessidade dificilmente sairíamos do nosso conforto...

E aí, começar a procurar, a ver que tem tinturas pra quase tudo quanto é coisa, que existem maneiras e maneiras de se extrair princípios de plantas e que está completamente disponível.

Alguma coisa do tipo: a cura está em toda parte, mas a medicina corporativa a oculta do mundo. A paz está em toda parte, mas os governos a ocultam do mundo. O amor está em toda parte, mas o medo o oculta do mundo. E assim as coisas vão sendo escondidas e as pessoas começam até a acreditar que tudo é assim mesmo.

Mas não é.
Não precisa ser.
E provavelmente não será.

As coisas começam a ter que ter um sentido... precisamos das pessoas, precisamos que precisem de nós. Sem o mundo somos nada, e o mundo nos quer pois sem nós ele é tão menos...

Mas não adianta... colocaram uma TV (na verdade umas duas ou três) em cada casa, e passam atrocidades dia e noite. Ah, e passam banalidades também! Claro! Pra esquecer das atrocidades! Mas ei! Esqueci de si!

E quem esquece de si mesmo pelas banalidades e atrocidades?

Enfim, o fato é a antena. Com Internet, com livros, não precisamos ir aonde querem que estejamos, e numa dessas encontramos um lugar lindo, um segredo escondido, o que seria uma praia com ondas perfeitas e sem ninguém por perto para um surfista... ou o que seria uma descida gigante pra um ciclista cansado...

uma descoberta, um ar novo...
está tudo aí.

encontra um segredo do mundo você também vai!

Um comentário:

bamban disse...

novos bons textos de volta...