19 agosto 2007

Despertos!


O que quero da vida?

Quero pessoas acordadas ao meu redor. Também dormi, mas agora estou descansado e cansado do passado. Agora estou pronto pra largar o velho, a velha mentalidade, pra desapegar do conhecido. Aprendi a gostar do desconhecido. Cansei de mim mesmo.

Preciso de pessoas que sabem que estão vivas. Daquelas que acordam e fazem suas coisas do dia a dia, mas sem nunca esquecerem que estão vivas, que podem fazer a diferença, que cada minuto, cada segundo, cada instante é único, eterno e faz toda a diferença no existir.

Preciso de quem sabe que o que não vemos é tão ou mais decisivo do que as engrenagens sociais visíveis. Que os sentimentos, intransponíveis de uma pessoa a outra, mesmo que por palavras, são únicos. Que cada Universo pessoal é insondável, pois eis que não há como referirmos a experiências tão profundas em nossas mentes com palavras apenas.

Preciso de quem não dê ouvidos aos perdedores, aos que gostam do sofrimento, dos que se julgam merecedores de punições. Preciso de pessoas livres, de amigos desinteressados, de quem quer fazer diferença.

Preciso de excluídos que também não entendem como a vida, tão preciosa e em um planeta tão lindo, pode ser tão banalizada, tão explorada, tão sub-valorizada, sub-entendida, sub-vivida...

Preciso de você, perto de mim, mesmo que de longe.
Preciso de todos, pois o mundo está aí pra isso mesmo.
Cuidando uns dos outros cuidamos de tudo. Explodimos pra dentro numa supernova que nasce com um novo Universo, com uma nova potencialidade, com uma nova vida pronta pra ser vivida por uma humanidade feliz. Com honra, com justiça, com lealdade, com bravura, com amor, com responsabilidade, com liberdade.

Preciso de coisas intensas que satisfaçam minha necessidade de completar meu vazio.
E de coisas verdadeiras. O falso, o ilusório, o aparente, nada disso satisfaz.

Preciso de VIDA ao meu redor...

2 comentários:

Estrelinha Retrão: em Construção disse...

Muitas palmas pra vc...
Acho que tbm preciso disso. Mas as almas afins parecem está dispersas.

Anônimo disse...

Vc escreveu isso pra mim, foi?!! rsrs

Brincadeira!! Mas realmente me identifiquei muito com o que eu sou, eu quero e com o que eu preciso.

Acho que é por isso que gosto tanto de vc!!

Leila