14 setembro 2006

eu me amo! não posso mais viver sem mim!

Pois é, parece bobagem, mas é um dos passos mais importantes da vida de uma pessoa, né? Começar pensando o que temos de bom, pelo que somos gratos, puxa, já dá um alívio. Percebemos que temos tantas coisas legais em nossas vidas que muitas vezes no dia a dia passam batido! Depois, num estado um pouco mais pacífico de mente, começamos a perceber que o mundo não é como vemos ele, mas o nosso mundo é. Então podemos optar por nos imaginar em uma vida completamente diferente, ou levemente diferente, aonde não há limite para nada do que podemos ser, ter e fazer. Deixamos o limite aos céus, pq o céu é o limite mesmo! E pensamos e agimos como se já tivéssemos tudo isso... cara, é impressionante, mas mesmo o que a gente acha que não merece começa a aparecer, e começamos a agir como se merecêssemos, e de repente estamos merecendo mesmo. Assim é a vida.

Enquanto uns choram pelo leite derramado, outros pegam o canudinho. Alguns ainda se divertem um pouco! E é pecado isso? Não, não é não. A vida não é um piquenique, mas também não é uma batalha. A vida é algo leve, que deve ser vivido com seriedade e discontração ao mesmo tempo, algo que deve ser dosado e apreciado, algo que deve ser saboreado em cada momento. Algo único, milagroso, eu diria. A vida, por sí só, é um milagre mesmo. E a existência nos prova que por mais absurdo que sejam nossos desejos e aspirações, nada se compara à própria vida, à própria existência, ao próprio Universo, que em si só, auto regulado, auto motor, auto gerado, ainda é infinito! Ahahahah, que delícia que é a loucura da existência quando em nossa própria loucura encontramos a lucidez de perceber como somos gratos, como somos dignos, como somos especiais, como somos verdadeiros, e o que mais podemos fazer para nos tornarmos ainda mais merecedores dessa grande maravilha que é a vida.

PENSAMENTOS MOVEM ENGRENAGENS.
PENSAMENTOS MATERIALIZAM COISAS.

Maravilhosa e plena em todos os sentidos, na exata proporção do que podemos criar dela. Exercício do dia:
1) Criar a lista de coisas pelas quais somos gratos.
2) Criar uma lista de coisas que gostaríamos de ser e ter como se já as tivéssemos.
3) Mentalizar, visualizar e sentir como se já tivéssemos.
4) Dia a dia vivenciar nossa escolha, esperando o tempo do Universo de agir.
5) Agirmos e nos considerarmos merecedores do que aspiramos.
6) Acolhermos com Amor o presente do Universo.

E depois de tudo isso, que possamos fazer do mundo um lugar melhor pra todos! E assim , pra nós mesmos também, afinal, todos somos um só...

Beijo!

2 comentários:

Hel disse...

Acho que já vi isso em algum lugar!
;-)

Anônimo disse...

Gostei de tudo, principalmente do dever de casa rs...