17 novembro 2008

Mais Do Mesmo

disco riscado


"... uôoooo ôoooo sempre mais do mesmo..."

Dois dias na praia são suficientes pra percebermos quão absurdo, anti-natural, exagerado, auto-destrutivo e ineficiente é o estilo de vida que levamos. Claro, é indispensável que as coisas aconteçam, que tenhamos saúde, infra-estrutura, que possamos continuar aprimorando a tecnologia e seus brinquedos todos... o que é completamente dispensável é a maneira com que estamos fazendo as coisas.

Vivemos seguindo pegadas que vão pra lugar nenhum, quando o caminho certo é tão óbvio e simples...

O caminho certo é o que nos leve aonde queremos ir.

Seja aonde for. Tenha pegadas ou não.
Tipo Alice no País das Maravilhas, perguntando ao gato qual caminho era certo...

Inclusive, uma grande parte dos problemas da humanidade são criados justamente por aqueles que dizem nos representar. Então por que tantos abrem mão de ter opinião?

Menos culpa? Assim o sistema diz, e a gente ingenuamente cai na cilada? Porque todo mundo é assim? Porque é mais fácil?

Ah, e tem também quem tem opinião, e vê o pior de tudo, sabe sobre os colegas de trabalho, sobre todo mundo, sabe tudo o que acontece ... mas não sabe porquê as coisas aconteceram, nem como fazer pra melhorá-las ou resolvê-las. Sequer pensa sobre isso... Daí é melhor nem pensar mesmo...

A única coisa que não dá é mais do mesmo...

mais disso de achar que comprar 15g de balinhas de açúcar em uma caixa de plástico é normal. Pode ser que compre um chicletes e aí o vendedor pôe tudo numa sacolinha plástica. Chega em casa e joga a sacola fora... come as balinhas e a caixinha vai fora... 15g de balas, uma caixinha de tic tac, que se não for do ardido pode ser comida em 4 ou 5 porções!

isso é normal hoje em dia...

ah, e o tiozinho que vive do lixo!! Viva ele, assim temos como nos livrar das coisas velhas sem que joguemos no lixão, no aterro de Caximba.

mas isso também é normal...

e tem aquelas fotos das pessoas com fome, magrinhas, aos montes, em meio a um deserto... no outro lado do mundo tem aqueles gordos imensos, famílias inteiras, cidades inteiras deles...

mas isso também é normal...

lembrei da vózinha ou do tio que emprestam dinheiro a juros ali na Losângulo (a figura geométrica com nome similar se chama Losango! Nunca nunca nunca nunca nunca utilize a palavra Losângulo, por favor!!), ou em qualquer agência bancária, dessas com fotos de gente sorridente após pedir empréstimo, com seu CPF e RG.
No outro lado os "investidores" que lucram tanto com isso, enchendo os bolsos de dinheiro!

mas isso também é normal...

mas se eu for falar de tudo o que é normal nesse planeta, ia ficar muito triste.
agora, o que é anormal?

Alguém que quer ser feliz mais do que ser rico! :)
("mais louco é quem me diz... que não é feliz... não é feliz!...")

Conversar com estranhos sem motivo (por exemplo sem estar passeando com os cachorros).

e sei lá, as pessoas mais interessantes que conheço são tidas como levemente anormais.

E eu nem fui avisado que havia um padrão!!
Me impuseram algo, eu me lembro, mas nunca me avisaram nem explicaram nada!

só pra lembrar:
ESQUEÇAMOS O QUE NOS DIZEM

isso inclui a frase acima

Um comentário:

bamban disse...

Principalmente esqueçamos o que dizemos.

Eu SEMPRE falo muito mais que faço, o que não resolve nada, pois sem fazer tudo permanece na inércia geral de tudo.